quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Juiz pede perda de imunidade da senadora Cristina Kirchner para detê-la

Um juiz federal processou nesta quinta-feira (7) a ex-presidente e atual senadora argentina Cristina Kirchner por supostamente encobrir os iranianos acusados do atentado contra a Associação Mutual Israelita Argentina (Amia) de Buenos Aires em 1994 e pediu ao Senado que vote a retirada de sua imunidade parlamentar para que ela possa ser detida. A informação é da agência de notícias EFE.

O juiz Claudio Bonadio tomou esta medida ao considerar que Cristina pode obstruir o caso, aberto após denúncia de encobrimento que o procurador Alberto Nisman fez em janeiro de 2015 contra ela e vários membros do seu governo quatro dias antes de ser encontrado morto em circunstâncias que ainda estão sendo investigadas, segundo a agência de notícias estatal argentina Télam.

Nisman afirmava que um entendimento assinado entre a Argentina e o Irã em 2013 para investigar conjuntamente o atentado contra a Amia, que deixou 85 mortos e continua impune, tentava na verdade encobrir os suspeitos do ataque, entre eles o ex-presidente iraniano Ali Akbar Rafsanjani e o ex-chanceler Ali Akbar Velayati, para favorecer o intercâmbio comercial bilateral.

em EBC

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Reflexão marxista (memórias)


"O projeto popular – que não nasce nos gabinetes, laboratórios e/ou pela ação intelectual de alguns poucos “iluminados” – é um projeto societário, que não exclui nenhuma classe social e que ao mesmo tempo eleva os excluídos e marginalizados. Pois as mais diversas expressões de resistência e lutas são unânimes em pedir a construção de uma sociedade mais justa, igualitária, fraterna, solidária socialmente e ecologicamente sustentável."

Eduardo Melo em 14 de setembro de 2013 às 14:49 

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Bingo beneficente em prol de "Seu Lulu rezador" acontece neste sábado

Com o objetivo de arrecadar fundos para a realização de uma biópsia prostática do meu pai, Luiz Velozo do Nascimento, conhecido como “Seu Lulu rezador”, um bingo beneficente será realizado neste sábado, 2 de setembro.

O evento acontece às 16h30min, no Centro Comunitário São Vicente de Paulo, localizado à Rua Manoel Caetano de Sá, s/nº, no bairro da Torre, em Canindé de São Francisco. 

Entre as premiações, diversos brindes e um carneiro.

Cartelas encontram-se à venda, ao preço de R$5. 

Mais informações (82) 98126 4246


#Deixe a solidariedade tocar seu coração!

FONTE: Amanhecer FM

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Uma esperança para o Iêmen

No Iêmen, a cada 10 minutos uma criança morre por desnutrição. 500 mil pessoas foram contaminadas pela maior epidemia de cólera que o mundo já viu, e o bombardeamento dos sauditas destruiu todos os acessos para a chegada de ajuda humanitária. 

A campanha devastadora da Arábia Saudita no Iêmen é na verdade uma queda de braço com o Irã pelo controle da região. Eles dizem que estão defendendo o governo "legítimo" contra um grupo de rebeldes, mas essa luta não é em nome da democracia, mas sim pela influência na região. 

Assim como na Síria, a população civil iemenita é a principal vítima da guerra, só que sem a mesma atenção global. O Iêmen já era o país mais pobre da região e agora hospitais, escolas e bairros inteiros viraram entulho. A última loucura da Arábia Saudita foi bloquear a venda de combustível para aviões da ONU que estão prontos para entregar ajuda humanitária! 

O que agrava a situação é que os sauditas não estão fazendo isso sozinhos. Muitos de nossos governos estão viabilizando essa guerra por meio da venda de armas, aconselhamento militar, e até mesmo enviando soldados. Trump acabou de fechar uma venda de armas no valor 100 bilhões de dólares! Para nossos governos, petróleo e a amizade com os sauditas são mais importantes que as vidas dos iemenitas. 

Mais informações:

"É uma morte lenta": Iêmen vive a pior crise humanitária do mundo (UOL)

Surto de cólera agrava crise humanitária no Iêmen (BBC Brasil)

Da guerra à cólera, o Iêmen sofre uma das maiores crises do século (O Globo)

Mais de um milhão de crianças podem morrer de cólera no Iêmen, diz ONG (O Globo)



+ em AVAAZ

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Prêmio Paulista de Boas Práticas Legislativas

O Prêmio Paulista de Boas Práticas Legislativas tem como objetivo estimular o reconhecimento de iniciativas de vereadores, servidores públicos, câmaras municipais, cidadãos e organizações da sociedade civil empenhados na elaboração e aprovação de projetos capazes de impactar positivamente a realidade municipal a partir dos parlamentos. Adicionalmente, pretende-se criar uma base de dados que fique à disposição da sociedade com projetos, autores e contatos, de modo a possibilitar a troca de experiências e estimular o trabalho em rede relacionado a ações legislativas nas diferentes cidades brasileiras.

Trata-se de iniciativa apartidária, sem fins lucrativos e que não distribui recursos financeiros de nenhum tipo. A premiação destina-se ao reconhecimento e disponibilização pública de boas iniciativas em suas respectivas áreas temáticas e na valorização das atividades relacionadas aos parlamentos municipais.

RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

Pastoral da Criança